Juntamente com o nascimento do pequeno, surgem várias dúvidas sobre a amamentação do bebê. A maioria delas parte das mamães de primeira viagem. Sendo assim, neste post vamos esclarecer algumas dúvidas comuns em torno do principal cuidado que uma mãe deve ter com o filho nessa fase: a amamentação de bebê com o leite materno.

Como estimular a produção o leite materno?

O principal estimulo da produção do leite materno é a própria ordenha, ou seja, quanto mais o bebê mama, mais leite a a mamãe vai ter. Outra opção para estimular a produção é tirar o leite você mesma, com as mãos ou com o auxílio de uma bombinha. O excesso que retirar pode ser congelado e servido posteriormente à criança, e quem sabe, até ser doado a um banco de leite.

Tomar caldo de cana e cerveja preta dá mais leite?

Não existe comprovação científica nisso. Porém, acredita-se que os alimentos como: chá de erva-doce, caldo de cana e cerveja preta ajudam a aumentar a produção de leite. Mas lembre-se, o álcool  presente na cerveja preta, diminui a produção de leite, além de ser prejudicial ao bebê e a mãe. Ele deve ser evitado sempre, assim como a nicotina do cigarro.

Como dito no tópico anterior, o volume de leite produzido pela mãe aumenta, de acordo com o consumo do bebê. Quanto mais ele mama, mais leite a mãe terá! Deixe seu filho mamar à vontade esse é o estimulante mais poderoso. Na dúvida, fale com o médico que, em último caso, poderá receitar medicamentos que ajudam a aumentar a produção de leite.

Meu leite empedrou. O que eu faço?

O ingurgitamento mamário é o nome correto para o popular termo “leite empedrado”. Ele acontece quando a bebida fica presa na mama por causa da sucção inadequada ou do esvaziamento incompleto do peito. Isso deixa os seios rígidos, pode causar muita dor e até febre na mulher. Esse problema tem ser tratado, pois pode evoluir para uma mastite (inflamação da mama), que deixa os seios quentes, vermelhos, doloridos e, às vezes, até mesmo com pus.

A prevenção para o leite não empedrar é bem simples, basta deixar que o bebê mame bastante, para esvaziar o peito, ou fazer uma ordenha manual, retirando o leite com as mãos.

Existe uma dieta recomendada durante a amamentação do bebê?

Dieta para perder peso durante a amamentação de bebê - Brasil BebêEssa dúvida é bastante comum e a resposta é NÃO! Não existe uma deita pré-determinada. O ideal é que a mãe se alimente de maneira saudável, com atenção especial aos líquidos. Como a água é a matéria-prima na fabricação do leite, nessa fase é natural que a mulher sinta muita sede. Portanto, consuma bastante água, sucos naturais, frutas  e fibras.

Outra dica importante é fazer várias refeições ao longo do dia, mas se alimente de forma balanceada. Com a amamentação, o bebê suga os nutrientes da mãe, por isso o corpo dela deve ser manter equilibrado. Muitos especialistas orientam as mães a comer de cinco a seis vezes ao dia. Eles também concordam que deve-se evitar o consumo exagerado de doces.

Qual alimento não devo comer?

Somente em caso de reação negativa do bebê, quando alimentado exclusivamente do leite materno, esse questionamento deve ser observado. Pode indicar, na maioria dos casos, sensibilidade ou alergia alimentar a alguma  substância que a mulher tenha ingerido.

Os principais alimentos que podem causar alguma reação ao bebê são os frutos do mar, leite de vaca, castanhas e a carne de porco. Mas não retire nenhum alimento do seu cardápio antes de consultar um médico. Deixe que um profissional identifique a ligação entre as cólicas da criança a algum item de sua alimentação.

Nem precisamos dizer que o álcool deve ser evitado, a ingestão dele, além de ser absorvido pelo bebê através do leite, atrapalha a absorção de nutrientes pela mãe. Uma substância que gera dúvida quanto a prejudicar ou não os pequeninos é a cafeína. Mas as mães que são habituadas a tomar o famoso cafezinho, podem ficar tranquilas, o que não se deve nesse caso é exagerar no consumo. Alguns especialistas recomendam até duas xícaras de café por dia.

Como emagrecer e voltar ao seu peso antes da gravidez?

O caminho mais saudável é ajustar uma dieta saudável aos exercícios físicos. Uma caminhada de uma hora até uma hora e meia por dia pode ser praticada a partir de 30 dias do nascimento do bebê. Novamente é importante enfatizar o acompanhamento de um médico para todas as atividades que pretende fazer, mesmo que seja uma simples caminhada. Somente depois de 90 dias, a mamãe está liberada para praticar esportes normalmente. Para iniciantes em atividades físicas, opte exercícios aeróbicos. Já as atletas, retome os treinos normalmente. Não se esqueça, durante a amamentação, o gasto calórico aumenta, portanto não deixe de ser alimentar corretamente, se for necessário, procure um nutricionista.

O regime durante a amamentação para diminuir as medidas é recomendado?

Como explicado acima, o recomendado é alinhar uma dieta balanceada com atividade física, Apenas cortar calorias é muito perigoso, já que o organismo precisa de muita energia para produzir o leite materno. Para alimentar o seu filho, estima-se que as mulheres precisam de 20% a mais de calorias do que as necessárias fora dessa fase da vida. Isso equivale ao total de cerca de 2,4 mil calorias diárias. Portanto, dietas consideradas rigorosas, implicam em perda de massa magra: energia e músculos. Esse período tão importante para o bebê, a principal recomendação é investir em uma alimentação saudável. Não é hora de se preocupar com dietas, curta o momento, deixe que a própria energia gasta na amamentação se encarregue da recuperação do seu peso. Dessa maneira, esse processo é conquistado de forma gradativa e saudável.

Adoçantes e outros alimentos light e diet estão liberados?

Adoçantes e alimentos Diet e Light estão liberados? Amamentação de Bebê: Dúvidas comuns - Brasil bebê

Adoçantes e alimentos Diet e Light estão liberados para consumo das mães durante a amamentação dos bebês?

Não existe consenso formado sobre os malefícios de adoçantes e outros alimentos light e diet para a saúde do bebê na fase de amamentação. No entanto, como algumas pesquisas apontam na direção contrária. Na dúvida, melhor optar pelo uso moderado desses produtos. Como eles são industrializados e não são comprovadamente saudáveis, a recomendação é usar o açúcar, moderadamente, claro.

Para as mamães que já tem o costume e optarem pelo uso dessas substâncias, tente não usar mais de dois envelopes por dia. Se o adoçante for pó, duas colheres, se for líquido apenas 10 gotas diárias. Mesma regra para os diet e light, sem exageros, pois na sua produção, são utilizadas moléculas químicas prejudiciais à saúde para se conseguir o sabor adocicado. Repetimos, evite contar calorias, essa fase elas são necessárias para o crescimento do bebê e a energia da mãe.

Quais remédios posso tomar durante o período de amamentação do bebê?

Na fase da amamentação de bebê, muitos remédios estão liberados para serem usados pela mãe. Para sua segurança, o seu médico deve lhe fornecer os nomes dos medicamentos que você pode ou não tomar. Não deixe de consultá-lo.

Posso engravidar durante a fase de amamentação?

Sim, é possível que isso aconteça. Durante a amamentação, o organismo feminino produz um hormônio chamado prolactina (responsável pela produção do leite materno), que inibe a gravidez, mas não se sabe até que ponto. Por isso a importância do uso de algum contraceptivo a partir dos primeiros 30 ou 40 dias após o nascimento do bebê.

Quais os tipos de anticoncepcionais posso usar?

Quais os tipos de anticoncepcionais posso usar - Amamentação de Bebê: Dúvidas comuns

Pílulas anticoncepcionais na Amamentação de Bebê: Dúvidas comuns

O recomendado é que a mulher use um anticoncepcional  que não contenha o hormônio estrógeno na composição. Segundo especialistas, o hormônio pode infectar o leite e ser consumido pelo bebê. Na criança ele pode causar um desequilíbrio hormonal. Geralmente, para as mulheres que amamentam, os médicos receitam , pílulas de progesterona, anticoncepcionais injetáveis, subcutâneos ou DIU. Novamente enfatizamos a importância do acompanhamento médico, esse artigo tem o objetivo de apenas esclarecer as dúvidas comuns na fase amamentação de bebê. Nunca pratique a auto-medicação.

Qual 0 jeito certo do bebê mamar?

Essa é uma das dúvida mais comuns entre as mamães na amamentação do bebê. Mas fique despreocupada, pois os bebês, por instinto, já sabem muito bem como executar os movimentos da mamada. O que as mães podem fazer é  ajudá-lo. Aprenda como posicionar o neném do jeito certo:

  1. O queixo do bebê deve tocar a mama;
  2. Ele deve estar com a boca bem aberta;
  3. O lábio inferior deve ficar virado para baixo;
  4. As bochechas devem estar bem arredondadas (não encovadas) ou achatadas contra as mamas; 
  5. Durante a mamada, vê-se mais a porção da aréola superior do que a inferior;
  6. A mama deve parecer arredondada, não repuxada.
  7. As sucções são lentas e profundas: o bebê suga, dá uma pausa e suga novamente (sucção, deglutição e respiração);
  8. A mãe deve conseguir ouvir o bebê deglutindo.

posicao-certa-de-mamar-amamentacao-de-bebe-duvidas-comuns

Observar esses pequenos detalhes na amamentação do seu bebê podem facilitar sua mamada, isso evita que ele fique irritado e rejeito o peito, caso não consiga mamar. Quando a mamada do bebê é certinha, ajuda a você a prevenir problemas como o empedramento e as rachaduras.

Por quanto tempo deve-se amamentar o bebê?

A amamentação exclusiva do bebê é recomendada nos primeiros seis meses de vida, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o MS (Ministério da Saúde). Para as mamães que trabalham fora e precisem retornar ao trabalho antes desse tempo, a dica é retirar o leite manualmente ou com uma bombinha própria e estocá-lo. Durante sua ausência oriente alguém a alimentar o bebê com o líquido por meio de copos específicos. A mamãe deve evitar o uso de mamadeiras, com isso, o bebê é desestimulado gradativamente do peito materno. O esforço em manter o leite materno como alimento exclusivo vale a pena, ele é muito importante para a criança nessa idade.

Caso eu possua o leite fraco, preciso complementar a alimentação do bebê?

alimentos para bebe - Amamentação de bebê - duvidas comuns - Brasil BebêO leite materno não tem a mesma consistência do leite de vaca, por exemplo, que é bem mais grosso, mas isso não quer dizer que ele seja mais fraco. Sua aparência não determina seu poder de nutrição. Se você mantém uma dieta equilibrada e oferece o peito sempre que o bebê pede, vai produzir leite de qualidade, na quantidade certa, e não precisa complementar a dieta do pequeno com nada. Se, apesar de mamar, o bebê não está ganhando peso ou parece insatisfeito, chorando muito, converse com um pediatra para descobrir a origem do problema.

 

É necessário dar água ao bebê que está no aleitamento materno exclusivo?

Não. O leite materno já contém água suficiente em sua composição para hidratar o seu bebê. Como todos sabem, esse é o alimento mais completo que existe. Não é preciso oferecer mais nada à criança durante os seus seis primeiros meses de vida.

Qual alimento oferecer ao bebê depois de seis meses?

A partir dos seis meses até 2 anos de idade, o ideal é que a criança continue com o consumo do leite materno juntamente com uma alimentação complementar. Conforme novos alimentos são introduzidos no cardápio do pequeno, o números de mamadas seja o leite materno Após os seis meses, o Ministério da Saúde recomenda que o leite materno continue sendo oferecido em parceria com a alimentação complementar. Isso pode se estender até os 2 anos de idade ou mais. Borges ressalta ainda que a introdução de novos alimentos provoca a diminuição gradual no número de mamadas ao longo do dia. Assim, naturalmente, acontece o desmame.

O que fazer se o bebê quiser apenas o peito, embora já esteja na idade de comer outros alimentos?

Essa é uma situação comum. Uma dica valiosa que pode ajudar nesse caso, é deixar a função de introduzir outros alimentos a outra pessoa, como o pai por exemplo. A criança tende a associar a mãe com a amamentação, recusando outro alimento que ela ofereça. Além disso, é importante a não se dar como vencida, talvez seja necessário certa insistência até que ela aprenda. Estipular  horários de mamar e horários de comer a papinha, a sopa ou outros alimentos é uma boa estratégia.

 

Meu peito vai diminuir ou ficar caído se eu amamentar?

Durante os meses da gravidez, os seios da mulher aumentam de volume, se você tem tendência a ter flacidez, ou se ganhar muitas estrias no período, quando deixar de amamentar pode ficar com a pele caída sim. Além disso, como os seios estavam cheios de leite, ao fim da amamentação os seios diminuem de tamanho. Ao voltarem ao tamanho normal é natural que a mulher sinta que eles estão menores do que antes da gravidez.

Uma das alternativas na tentativa de prevenir ou diminuir a flacidez e as estrias é caprichar na hidratação desde a gravidez. Não se esqueça de lavar os seios antes da amamentação do bebê, isso evita que ele ingira o hidratante.

Prótese de silicone nos seios atrapalha o aleitamento?

Na grande maioria, as próteses são colocadas abaixo da glândula mamária ou atrás do músculo peitoral, Nessa posição, elas não influenciam no processo de produção do leite. Porém, quando a quantidade de silicone for muito grande, ao ponto de ser desproporcional ao peito da mulher, pode se tornar um problema. Segundo um especialista, a cirurgia pode alterar a anatomia e a pressão dos dutos que irrigam as mamas. Semelhante pode acontecer nas cirurgias redutoras de seios. Se o tecido mamário for lesionado, a produção de leite sofrerá as consequências.

 Como fazer o bebê arrotar e qual o problema se isso não acontecer?

Logo após a amamentação do bebê, a mamãe deve segurá-lo no colo, de modo a deixá-lo com o corpo o mais em pé possível, isso por cerca de dez minutos. Mantenha sua cabecinha apoiada no ombro, os clássicos tapas nas costas podem agilizar o processo. Para você entender melhor, o arroto é provocado pela ingestão de ar durante a sucção feita pelo bebê. Assim, se ele pegar o peito de maneira correta e mamar bem, é possível que não arrote. Caso ele não arrote, fique tranquila!

Quanto tempo deve durar cada mamada e qual o intervalo ideal entre elas?

Cada criança tem o seu jeito próprio de se alimentar, consequentemente o tempo pode variar. Estima-se que cerca de dez minutos em cada peito são mais do que suficientes, no entanto, nos primeiros dias, quando o hábito começa a ser estabelecido, o tempo pode ser maior.

Vale explicar ainda que a duração da mamada não tem a ver com a quantidade de leite ingerido pelo bebê, já que a eficiência da sucção também é variável. Apenas preste  atenção no intervalo de tempo entre as mamadas, ele costuma ser de duas a quatro horas.

É aconselhável acordar o bebê para mamar durante a madrugada?

Quando o bebê está bem e ganhando peso normalmente, não há a necessidade de acordá-lo para dar leite no meio da noite, o melhor a fazer é ficar tranquila. Aproveite sua noite de sono! Deixe que um médico indique se o ganho de peso do pequeno está indo bem.

É normal o bebê engasgar durante a amamentação?

Geralmente, os motivos do bebê engasgar durante a amamentação, são dois: o bebê pode não estar mamando corretamente ou o leite está saindo com muita força. Sempre que isso acontecer, o melhor a se fazer é tirar a criança do peito, limpá-la e voltar quando a respiração do bebê estiver normal. Não existe motivo para se preocupar, apenas tente checar alguns detalhes para evitar que ele continue a engasgar: a criança deve ficar bem de frente para as mamas, com a cabeça e o tronco alinhados, as nádegas apoiadas, o queixo tocando o seio, a boca bem aberta e o lábio inferior voltado para fora. Olhe também para as bochechas do pequeno – que devem estar arredondadas – e preste atenção se há algum barulho além do da deglutição.

Como esvazio as mamas?

Para esvaziar as mamas, a mulher deve colocar o dedo indicador e o polegar na linha da auréola e empurrar a mama em direção ao tórax, fazendo um movimento como se quisesse aproximar os dois dedos. Existem acessórios que também fazem esse trabalho, mas tenha cuidado com os ordenhadores mecânicos, pois alguns modelos podem causar problemas, como fissuras nos seios. O recomendado é que a técnica seja aplicada antes da amamentação, assim as mamas ficam mais flexíveis, ou ao longo do dia, quando a mãe sentir que os seios cheios estão provocando dor.

Brasil Bebê Chá de Bebê e de Fralda
Ser simples e não simplista! Esse é o nosso mantra desde o início em 2008 quando iniciamos os nossos trabalhos com tecnologia da informação e serviços que agregaram produtividade e satisfação aos nossos clientes. Proporcionando o nosso trabalho para terceiros e atuando em grandes empresas, desenvolvemos e implantamos centenas de projetos com tecnologia embarcada e no ano de 2015 iniciamos os estudos para este empreendimento, com intuito de viabilizar um site de lista para mães, pais e familiares. A nossa geração está adiando cada dia mais o desejo de tornar pai e mãe, seja por causa do trabalho, da carreira, seja pela situação que atravessa o país e também pela falta de tempo, mas sempre estamos em busca de realizar esse sonho de engravidar e ter os nossos filhos. Percebendo essa mudança de comportamento, tornamo-nos os pioneiros no serviço de lista de chá de fraldas, chá de bebê e lista de presentes para o primeiro ano de vida do bebê! Além das listas as mamães podem ficar antenadas nos artigos publicados pelas nossas profissionais no mundo das grávidas e dos bebês. Tudo isso de forma simples e prática em um só lugar, para tornar prazeroso os preparativos e compartilhar este momento mágico com amigos e parentes, tanto os de perto quanto os de longe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.